06 setembro 2014

Tempo de/e para ler.

Hoje em dia é habitual ouvir as pessoas queixarem-se da falta de tempo. Falta de tempo para estar com os amigos, falta de tempo para visitar a família, falta de tempo para namorar, para ir às compras, para descansar, enfim...falta de tempo para fazer o que realmente nos dá prazer. Para muitos, ler é mais do que um prazer, é uma rotina, e sem ela não são felizes. Para outros, ler é óptimo, mas falta o quê? O tempo. E há ainda os que não sabem sequer que tipo de livros gostam, porque nunca leram nenhum.
Pessoalmente, eu acho que a maioria das pessoas arranja desculpas para não pegar num livro e devorá-lo, porque acredito piamente que quem quer mesmo, consegue sempre um bocadinho de tempo.
Por exemplo hoje cozinhei, passei a ferro, limpei e ainda assim consegui ler umas quantas páginas do meu livro de cabeceira. 
E as horas de almoço? Há pessoas que têm horas de almoço enormes. E as folgas? E as férias? E à noite antes de dormirem? Há tempo, talvez não haja é vontade. Ouvir as pessoas dizerem :"Ler? Oh, era preciso que eu tivesse vida de gente fina!" tornou-se cada vez mais comum. E é triste. É triste porque basta abrir a página do facebook para encontrar jovens a dar erros ortográficos inadmissíveis, jovens que não sabem manter uma conversa, e por aí vai. Ler devia ser tão fundamental, e tão natural como ir à escola, como fazer o jantar ou como tomar banho.
Leiam, e garanto-vos que custa começar, mas depois o difícil é parar!

Já agora, o livro que estou a ler neste momento é este, e estou a adorar!
Se quiserem conto-vos mais sobre ele.

Imagem retirada do Google

2 comentários:

  1. Eu desde que tenho o blog que pouco tempo tenho para ler. Mas sempre vou lendo revistas e livros mais pequenos :)

    ResponderEliminar
  2. Claro, ler é sempre válido, mesmo que não sejam livros! :)

    ResponderEliminar

Sê bem-vindo/a :)